terça-feira, 23 de julho de 2013

Nos embalos de 20th Century Boys


Se envolva neste suspense dos meninos do século 20 você também! 
   ''20th Century Toy, I wanna be your boy .....'' ♫ 



20th Century Boys é uma obra do Naoki Urasawa, o grande mestre da ficção científica. Ele também anteriormente já atuou em outros trabalhos como o 'Yawara!', 'Happy', e alguns One-Shots. Em 2001 Urasawa ganhou o Prêmio Kodansha de mangá na categoria geral, Prêmio Excellence em 2002 no Japan Media Arts Festival, e o Prêmio Shogakukan de mangá em 2003, na categoria geral, ou seja, falta de reconhecimento Urasawa é que nunca sofreu. Ele escreveu 20th Century Boys com outro título super popular, 'Monster' por apenas dois anos. O período de publicação foi iniciado em 1999 e terminou em 2007.

  O enredo de 20th Century Boys é extremamente inteligente, pois envolve passado, presente e futuro. Uma brincadeira de criança se torna algo sério e a humanidade toda pode entrar em extinção. Tudo se inicia em 1969, os meninos Kenji, Otcho, Yoshitsune e Maruo construíram em um campo vazio um esconderijo, que eles chamam de Base Secreta, na qual eles podem se reunir para compartilhar mangás, revistas e ouvir rádio. Otcho até desenhou um símbolo para a base, onde representa a amizade entre eles. Como qualquer outra criança eles brincam de super-herói e de salvar o mundo, a partir daí eles criam um livro que é rotulado como 'Livro das Profecias'. Neste diário contém todo um roteiro de salvar o mundo do mal no futuro, no entanto eles crescem e deixam de lado essas brincadeiras de crianças.

  Kenji Endo agora tem 20 anos, trabalha na loja de conveniências de sua mãe enquanto cuida de sua sobrinha Kanna, pois sua mãe à abandonou. A vida de Kenji muda repentinamente devido á uma notícia na TV, onde descobre o falecimento de um dos seus amigos de infância. Curioso ele vai em busca de explicações e descobre que seu amigo foi vítima de suicídio, Kenji então começa a investigar sobre o assunto pois sabe que seu amigo não cometeria tal atrocidade. E nesta sede de descobrir mais, ele descobre uma espécie de religião chamada 'O Partido da Amizade' e que o líder desta ceita tem os mesmos planos malignos que foram escritas no Livro das Profecias, e ainda usava uma máscara com o mesmo símbolo que Otcho desenhou no passado, simbolizando a amizade deles. Kenji reuni seus amigos de infância e tentam salvar o mundo do mal como haviam profetizado no livro.


 20th Century Boys tem como característica o Drama, Suspense, Ficção Científica, Aventura, Música e muita Adrenalina trazendo consigo um mistério envolvendo intrigas políticas, assassinatos, lembranças das brincadeiras da infância e aquela ânsia de descobrir a verdade por trás dos fatos, te seduzindo do começo ao fim. Na verdade era o que se esperava do Urasawa, já que apresentava 'Monster' no mesmo ano em que iniciará a história dos garotos do século 20. Há quem diga que Monster supera 20th Century Boys, eu porém não boto minha mão no fogo porque alias as duas obras tem um valor igual ao meu ver, devido por apresentar-lhes um suspense distinto mais que possui uma carisma próprio. Eu trato as duas no mesmo nível e vou explicar o motivo.

Certo dia eu li um comentário de um cidadão em tal blog que dizia mais ou menos assim: '' O maior defeito de 20th Century Boys foi a de ser uma obra muito enrolada, com arcos inúteis para o desenvolvimento da história ...posso afirmar que dentre todas as obras do Urasawa que eu li, essa foi a menos bem pesquisada (....) Monster tem um roteiro desenvolvido sobre história mundial e etc, o autor pesquisou muito para te trazer aquilo, Pluto também é muito bem detalhado, já em 20thCB é mais fantasiosa, o autor não se preocupou muito com o realismo (....)''

  Para eu iniciar meus argumentos, vamos relembrar o que significa Suspense? com a ajuda do meu querido google vamos aos fatos! '' Suspense é a tal emoção que surgi quando alguém está preocupado com sua falta de conhecimento sobre o desenvolvimento de um evento significativo; suspense seria então a antecipação com a incerteza e obscuridade do futuro''. Ou seja, 20th Century Boys é de fato muito enrolada, (tanto que a identidade do ''Amigo'' é revelado nos dois últimos volumes de 20stCB) sobre isso eu não tiro a razão da tal pessoa que comentou, porém a questão de arcos inúteis serve apenas para cumprir o papel de mangá de 'suspense', a incerteza de se chegar perto de uma suposta conclusão sempre foi nítido em todos os pequenos acontecimentos, isso se torna chato e cansativo? Sim, mais essa é a função de um mangá contendo este gênero. Ele tem que te deixar com aquela raiva de tanta enrolação que você quer logo ler até o final, e saber se todos os ''arcos inúteis'' que você leu vão se encaixar no final, depois que você percebe que não prestou pra nada você fica com o mesmo tipo de pensamento a do carinha que comentou, mais essa é a função de um mangá de suspense, e Urasawa se utilizou disso, mesmo que se tornasse cansativo as vezes mais no final das contas serviu para confirmar o seu gênero proposto, e na minha opinião isto é válido, é perdoável.

   Com relação ao que ele disse á de ''ser um mangá menos pesquisado e por isso o autor fugiu do realismo'', também acredito que seja uma afirmação equivocada pois em 20th Century Boys tem duas referências: mangás, e música. Não é atoa que o título é baseado na canção da banda inglesa T-Rex,e ao longo da história tem diversas outras referencias como The Doors, Janis Joplin, Creedence Clearwater Revival, entre outros, Kenji tem a sua personalidade voltada nesses astros, tanto pessoal como de até se tornar um músico. Na referência de mangá, Kenji se espelha em salvar o mundo como nos heróis de mangá que leu, como os do Osamu Tezuka por exemplo. Dai você pergunta ''ta, e daí?  e quanto ao mistério e o suspense?'' neste requisito de fato não há referencia, todavia pare para pensar e analise que o 'Partido da Amizade' se comportou como um governo opressor, fazendo as falcatruas por baixo dos panos, mandava matar tal pessoa para se dar tal recompensa (como de se tornar um 'amigo') trajada com a imagem de algo revolucionário, como algo bom, que foi aos poucos dominando o mundo e conquistando a confianças das pessoas. Isso para você parece algo fantasioso? você de fato acredita que não tenha existido ou que ainda não exista isso na vida real? O Partido Nazista da Alemanha liderada por Adolf Hitler não te lembra nada? Pois é, agora isso dependerá dos conhecimentos culturais de cada um para interpretar o que significou o Partido da Amizade e a luta do grupo do Kenji em desmascarar esta ceita e tentar salvar o máximo possível de pessoas.


20th Century Boys tem um ritmo interessante, e não estou falando da música (que em meu gosto pessoal me agrada muito) estou falando do ritmo das alternâncias entre os tempos em que o mangá se passa. Desde o início até o final nós somos tragados para o passado dos moleques, depois trazido ao presente com aquele alerta do que pode acontecer no futuro. Por isso o mangá em si exige a nossa atenção, caso contrário ficaremos perdidos, afinal a metalinguagem é adulta.
  O oposto de Monster, 20thCB não possui um forte apelo emocional e nem tem aquele pequeno alívio cômico. Com a grande quantidade de personagens que Urasawa nos proporciona, é evidente que você crie carisma ou expectativa em pelo menos um, pois esses personagens secundários tem uma significativa importância na história até porque Kenji alterna sua personalidade/carisma. Pra resumo da ópera : todos os personagens são ferramentas essenciais para contribuir com uma parte/um terço do mistério, e acredito que é isso que enriquece mais a obra, por isso 20th Century Boys pode ser considerado um mangá inteligente e que exige atenção e raciocínio do publico que lê.


Eu me sinto na obrigação de confessar aqui que eu nunca de fato  me interessei por mangá de Mistério/Suspense. Não sou totalmente fã deste gênero, eu não sei explicar, mais não é um estilo que sempre tenha me atraído, todavia esse meu pensamento mudou depois que conheci 20th Century Boys. Com certeza nunca mais vou enxergar este gênero com os mesmos olhos de antes, pois eu devorei o mangá de uma tal forma que passei madrugadas em claro lendo e tentando achar mais pistas e descobrir o que viria depois. O mangá possui 249 capítulos, mais uma continuação de 2 volumes chamada 21st Century Boys onde é uma pequena continuação do grande final. Mais uma adaptação para os cinemas em 3 filmes live action.

  Tem outra coisa que eu sinto e que tenho a obrigação de falar. Eu acho que todos os fãs de mangás tem que conhecer  20th Century Boys principalmente os Mangakás. Mais você deve se perguntar 'Como Assim?!' calma que eu explico! Todos que se adentrarem na história vão se deparar com um um desenho incrível, pois de fato é tão rico os detalhes, o estilo dos traços é tão bonito de ser ver, é tão agradável aos olhos que você também sente que é capaz de desenhar tão bem ou criar uma história do mesmo nível. Você pode até pensar ''Ah, eu li e não senti vontade nenhuma de desenhar'', mais é claro que não sentiu pois eu to falando de quem já lida com mangás, ou seja, quem gosta de desenhar á bastante tempo mais se encontra muitas vezes desanimado na hora em que vai criar a sua própria histórias em quadrinhos. Eu parei de desenhar á um tempo por falta de cansaço e desanimo, porém ao ler 20th Century Boys me deu uma vontade enorme de voltar , várias idéias surgiram na minha cabeça e etc. Portanto, se você é  uma pessoa que gosta de desenhar, que ta até meio sem inspiração para criar a sua história, e sem nenhum esboço de criação de personagens, não deixe de ler 20th Century Boys pois eu tenho certeza absoluta que vai dar um gás total, e te levará rumo a criatividade.


 Posso resumir este mangá como algo inteligente, culto, impactante e criativo. Ele tem seus momentos de altos e baixos sim. O nível de leitura pode ficar cansativo as vezes mais a recompensa é gratificante pois Urasawa usa uma artimanha que faz com que você se empolgue com algo, e isso é bom. Possui uma arte impecável, exige uma perspicácia de uma mente atenta e apta a compreender a sutileza com a qual é abordado os acontecimentos, só acompanhará o ritmo da história quem tiver compreensão e uma pitadinha de paciência. 

  Tenha em você um espírito de sagacidade, pois este obra é exuberante e digno de estar entre o top 10 mangás favoritos de qualquer um. Altamente recomendado pela qualidade apresentada, pela excelente arte, enredo inteligente, e um mistério estupendo capaz de te envolver facilmente. Leitura obrigatória aos futuros mangakás que estão na na seca sem criatividade nenhuma, e aos amantes apaixonados por uma história de suspense prática e sagaz, e a todos os fãs de mangá em geral. Entre nos embalos de 20th Century Boys você também!  Gutalala Sudalala ♫ 

Um comentário:

  1. Já li vários mangás, desde os clássicos até os mais atuais, e sem duvidas, 20th Century Boys é o melhor mangá que já li em toda a minha vida. Naoki da uma atenção espetacular aos personagens, dando uma importância pra cada um. Faz com que você se prenda a história cada vez mais e alimenta em você a duvida de todos no mangá. Quem é o amigo? Kenji está no meu top 3 de heróis, perdendo somente para Goku e Luffy... Aconselho muito a obra, simplesmente perfeita.

    ResponderExcluir