terça-feira, 23 de julho de 2013

Review do filme Princesa Mononoke


Uma grande responsabilidade falar de um filme tão bem detalhado como esse, nesta matéria mergulhei fundo num dos melhores filmes do estúdio Ghibli. Confira!


Um dos filmes mais bem produzidos pelos estúdios Ghibli do autor Hayao Miyazaki, hoje estarei falando um pouco sobre este filme genial, comentando algumas cenas, e analisando a profundidade desta obra. É uma responsabilidade grande falar de todas os acontecimentos do filme, não tem como explicar detalhe por detalhe, por isso estarei dando uma visão geral sobre tudo. Então vamos nessa!


 A história conta sobre um príncipe  que é infectado por um Deus possuído com um mal que lhe causará morte senão achar a cura. Para encontra-lá, ele decide viajar para longe e acaba entrando numa batalha entre os deuses animais da floresta, liderados por uma garota chamada Mononoke e por habitantes de uma vila de mineiros, que estão aos poucos acabando com a floresta.

Ashitaka é o jovem príncipe que se vê obrigado a matar o deus-javali amaldiçoado, e por conta disso foi amaldiçoado com uma praga. Acredito que não é muito necessário falar da personalidade dele, pois desde o começo ele já demonstra ser o que ele é o filme todo, ou seja, em momento nenhum muda sua personalidade. Praticamente tem as características de um guerreiro, defendeu a sua terra, e sempre se preocupou com o bem estar dos outros e da natureza. Pois é, ele é uma mistura de príncipe, guerreiro e justiceiro.

 O objetivo dele no começo era se livrar daquela maldição, mais ao longo da sua ''caçada'' pela cura, se envolve com os conflitos entre os humanos e animais pela conquista da floresta. Uma das cenas que mais me chamou a atenção foi aquelas criaturinhas estranhas igual filhotes de fantasmas, mostrando o caminho para Ashitaka. Aquilo definitivamente foi uma das coisas mais curiosas que eu já vi em filme de animê, eles praticamente fizeram com que a floresta tivessem mais vida, com que as cenas ficassem com aquele sabor de mistério e espiritualidade. É como se a natureza tivesse um espirito e vida, o autor conseguiu deixar bem claro isso.

Outra cena de extrema importância, que eu não poderia deixar de lembrar aqui, é a grande batalha entre os animais e os humanos,eles brigando pela conquista da floresta,o que eu acho muito simbólico. E a aparição do grande espírito da floresta que é como se representasse toda força, espiritualidade e a vida da natureza. É tão grande a grandiosidade da trama, o modo como os conflitos acontecem, por mais que tudo seja incrivelmente absurdo (por exemplo,os animais falarem) tudo parece real, essa é uma das fortes características desse filme.

  Eu acho que esta obra dá um show de criatividade,os traços de cada personagem e cenários estão bem desenhados, nada extravagante, são coisas muito simples que deixou uma animação fantástica, e muito bonito de ver, ta no mesmo nível que as produções da Walt Disney, e a trilha sonora eu nem preciso dizer que é sensacional, um filme idealista ao mesmo tempo pura, construídos sobre os mais sinceros sentimentos. Seja representados pelo egoísmo e do orgulho dos humanos ou pelo sentimento de sobrevivência dos animais.

  Alias, não podíamos esperar outra coisa dos estúdios Ghibli né? o melhor estúdio Japonês de animação simplesmente traz uma obra fantástica, construída sobre um tema folclórico do japão com a sua a já velha preocupação com o meio ambiente e personagens cativantes, que ao longo dos acontecimentos vão demonstrando um carisma que eu não consigo explicar. Eu me vi prendida na história, prendida nos personagens e animais, eu me envolvi com todo o enredo.

 Não tenho o que reclamar ou falar mal do filme, não só recomendo, mais como também aprovo e digo que se você gosta de uma animação bem produzida com uma trilha sonora sensacional e uma história fantástica, não deixe de assistir um dos filmes mais bem feitos pelo estúdio Ghibli. Hayao Miyazaki conseguiu fazer um filme extraordinário, acho muito interessante e curioso o fato de como ele faz os detalhes do filme, são detalhes que normalmente uma pessoa não presta muita atenção, mais que deixa um ar de realismo, mesmo que esteja acontecendo coisas absurdas.

 E então, o que ainda está fazendo aqui? vá já assistir!
 Enfim, espero que tenham gostado, deixe nos comentários sua opinião á respeito desse filme, críticas, elogios, duvidas, ou sugestões! Obrigada por ler, e até a próxima!


2 comentários:

  1. Também adoro esse filme. Adorei sua crítica. Fale mais sobre outros filmes tão belos quanto os de ayao Miyazaki

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada, falarei sim, tem mais umas 3 críticas que já escrevi aqui no blog, é só dar uma procurada, valeu o/

      Excluir