sábado, 24 de janeiro de 2015

Hanshin (One-Shot/1984) - Maratona 24h #07






























Quer se surpreender com uma história simples e curta? Então, se liga nessa recomendação.

Eu quebrei a cara ao achar que esse One-Shot fosse algo relacionado ao horror ou algo do tipo. Na verdade, não tem absolutamente nada de chocante. A história é a seguinte. A narrativa que se segue é mostrada pela visão de Yucy. O foco está nos pensamentos dela. Yucy tem uma irmã siamesa, e por conta disso, acaba se sentindo injustiçada por ela receber tantos elogios dos familiares e ela não. Aí você pode pensar, que é obvio que a história acaba com a Yucy matando a irmã dela, só que não. Eu também pensei nisso. Em todos as poucas páginas em que lia, eu já estava esperando por uma tragédia provocada por ela, e isso que é interessante. Eu me surpreendi e muito. Na realidade, não aconteceu nada daquilo que estava pensando. As questões que são abordadas, não são aquelas do tipo ''inveja de irmã acaba em morte'', ou algo parecido. Mas sim uma questão mais sentimental. Não, você não leu errado. É por isso que estou dizendo que fui surpreendida, pra quem foi ler esperando sangue, e no fim se depara com sentimentalismo, acaba se surpreendendo com esse drama que tinha tudo pra terminar no óbvio e no clichê.

Eu gosto dessa arte oitentista, os traços em momento nenhuma incomoda, muito pelo contrário. A autora Moto Hagio, é considerada a ''mãe fundadora'' do shoujo moderno, além de ser descrita como ''a mais amada mangaká de shoujos de todos os tempos'', segundo meu Wikipédia. Hagio é uma pioneira da industria, já que trabalha nesse ramo desde 1969 até os dias de hoje com obras como Nanohana e La Reine Margot. Suas histórias passam maturidade e profundidade, com Hanshin, dá pra se perceber o motivo pela qual se tem essa fama. 

One-Shot curtinho de 25 páginas, não vai fazer mal pra ninguém, tá mais que recomendado. Leia lá, depois me conte aqui o que achou. Beleza? 











Fique por dentro das próximas postagens pelo Facebook e Twitter da Nave Bebop!

Nenhum comentário:

Postar um comentário