quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Eizo Sakamoto, O homem por detrás das animesongs Heavy Metal


 O Metal japonês invadindo a Nave Bebop!





 Hoje estarei cumprindo com a proposta que havia colocado no ar, com a enquete que fiz a um tempinho atrais. Pra ser bem sincera teve mais votos do que eu esperava, o que me deixou bem motivada a escrever o melhor para vocês. E como todos concordaram com a ideia, a partir de hoje vocês poderão ler matérias sobre músicas e filmes ocidentais, sempre informando-os e trazendo minhas impressões acerca de todos os conteúdos. E nesta matéria, não será diferente. Falarei do grande ícone do Heavy Metal japonês, ao qual gosto muito. Segurem a emoção aí porque vem rock'n roll na Nave Bebop!

 Mundialmente conhecido pela suas regravações covers de vários sucessos de animês e tokusatsu das décadas de ouro 70 e 80, como Cavaleiros do Zodíaco, Changeman, e tantos outros animesongs que o consagraram como um ícone do Heavy Metal Japonês.
 Eizo Sakamoto  já ganhou uma projeção internacional ao se tornar o vacalista do grupo Anthem. Na década seguinte, todos os fãs de animês o conheceram com o grupo que seu empresário na época  fundou, chamado Animetal, que criava versões do mais puro metal para músicas de animê e tokusatsu dos anos 70 até hoje. Ele também já fez parte do grupo Jam Project, que também já fez show no Brasil no evento Anime Friends.



 Anthem
  A banda surgiu em 1981 com a formação: Akifumi Koyanagi, Naoto Shibata, Takamasa MAD Ohuchi  e Toshihito Maeda.O grupo percorreu o caminho natural como de qualquer outra banda de rock: teve início no mercado Indie, realizou sua primeira turnê dois anos depois de sua criação.
  Em 1984, o grupo liderado por Naoto ainda seguia carreira no mercado Indie, mais apenas gravando pequenas demos que eram enviadas para gravadoras. O grupo também sofreu com a perda do membro original Toshihito Maeda, deixando a banda sem vocal.
   No ano seguinte, temos a chegada do Eizo Sakamoto assumindo os vocais do grupo e com ele, uma nova fase da banda. O Anthem além de conseguir um vocalista, deixou para trás o mercado Indie, partindo para um selo major chamado King Records.

      Álbuns
 Em julho de 1985, a banda lançou seu primeiro álbum no mercado japonês, contendo como título seu próprio nome Anthem. Ao todo o grupo lançou 16 álbums até o momento, o último foi lançado em 2012 com o título Burning Oath.

        Sucesso Mundo afora
  Em 1987, o grupo vai para Los Angeles para participar de uma turnê em clubes menores, projetando seus sucessos para o exterior. Nessa mesma época a gravadora começou a produzir material para os países afora.

       Saída de Eizo
 A banda estava se tornando um grande sucesso, mas Eizo queria seguir carreira solo, assim após o lançamento  de '' The Show Carries On! '' , foi anunciado a saída do valista. Eizo se retirou em Setembro e o Anthem encontrou um substituto em Novembro, no vocalista Yukio Morikawa
  Nesse mesmo período os caminhos do cantor e do grupo seguiram separados, mas ninguém imaginava que isso iria mudar depois de 13 anos.
  O Anthem acabou em 1992, com o último trabalho em homenagem aos 10 anos de existência, chamado Last Anthem. O fim foi causado justamente porque com seu crescimento cada músico desejava seguir carreira solo, por causa disso o Anthem ficou parado por 7 longos anos.



  A volta de Anthem, e o retorno de Eizo Sakamoto
  Depois dos 7 anos separados por motivos de egoísmo , o grupo voltou a se reunir em 1999. Nessa pequena fase, o grupo teve suas músicas regravadas em inglês com o vocalista Graham Bonnet.
  Em 2000 a banda sofreu reformulações substituindo Graham Bonnet e trazendo novamente o carísmatico Eizo Sakamoto de volta. Outra alteração foi a chegada de Hirotsugu Homma, completando a formação que está na ativa até hoje.

  Eizo no Brasil
 O cantor chegou no Brasil pela primeira vez no Anime Friends em 2004, realizado no Espaço das Américas. Na ocasião, ele veio acompanhado de Hironobu Kageyama e Masami Okui. Realizada nos dias 08 e 09 de Julho de 2004, a segunda edição do evento foi organizada pela Yamato Eventos.
 Em 2008, o cantor retornou ao Brasil, indo direto para o Rio de Janeiro. Ele fez um turnê na América do Sul, e além do Brasil, Eizo também visitou a Argentina.


















                     Animetal

   Criado em 1997 pelo ex- empresário do Eizo Sakamoto, foi com esse grupo que os fãs de animê e mangá conheceram o trabalho do cantor. Era composto de três membros, Eizo nos vocais, Syu na guitarra e por fim, Masaki como baixista.
   A banda tinha a proposta inicial de regravar grandes sucessos de animês e tokusatsu dos anos 70 e 80. Coisa que para a alegria dos fãs, o grupo mudou de decisão, também regravando sucessos da década de 90 e outros mais recentes.
   O interessante é que nesse meio, os membros do grupo Animetal são também grandes amigos desde a época de colégio. Masaki, Syu e o próprio Eizo se conheceram ainda na escola secundária, equivalente ao nosso ''ensino médio''. 
  O sucesso do Animetal também o fez ganhar uma presença feminina, a cantora Mie, a ''Pink Lady'' da banda. Nesse período, foram lançadosalguns trabalhos intitulados ' Animetal Lady ' em homenagem a Mie, que assumia os vocais da banda. Nessa trajetória que acabou em 2006, o Animetal gravou 12 álbuns, 11 singles e 4 álbuns de Animetal Lady. O fim do grupo, embora recente, não se sabe se foi o ponto final do grupo ou se existe a chance de voltar como Anthem voltou, mas atualmente, Eizo segue carreira como cantor solo e vocalista do Anthem.




 Separei algumas músicas de várias fases pela qual passou Eizo Sakamoto, pra vocês conhecerem seus principais trabalhos ou relembra-los.
 Então aumenta o som porque é Heavy Metal galera! Uhuuuuul, o yeah baby! 

Jam Project - 嘆きのロザリオ




Anthem - Headstrong

             
                  Pegasus Fantasy




     Animetal – Super Sentai Marathon 1




Comentários Finais
  
  Pra encerrar o post devo dizer mais umas palavrinhas. Cantar Heavy Metal não é pra qualquer um. Tem pessoas que acham que é só berrar e pronto, porém esse gênero de musica vai muito além do que se pensa. Tem que existir dom, nem sempre querer é poder. Tem que ter técnica, saber calibrar a voz no mesmo ritmo que uma música mais pesada pede. E é com grande satisfação que afirmo o grande potencial que o timbre de voz de Eizo Sakamoto tem, e o que ele representou para cenário musical japonês. Fez parte de aberturas de vários seriados de '' heróis do Japão '' (tokusatsu), animês, e etc. Espero que você tenham gostado de conhecê-lo, e divulguem nas redes sociais, pois isso ajuda muito. Nunca deixam essa matéria morrer por aqui. Pesquisem mais a respeito, a internet ta aí pra isso, hoje as pessoas tem tudo nas mãos, mais não se dão ao trabalho de saber mais por preguiça de digitar. Valorizem essa valiosa ferramenta de conhecimento que vocês tem em mãos, corram atrais, procurem o conhecimento. Se vocês esperarem a mídia ensinar pra vocês o que é música , vocês iram morrer sem saber o que é. Conhecer os trabalhos de Eizo Sakamoto é uma ótima pedida para saber mais sobre o Heavy Metal japonês, e cá entre nós o cara é fera!



Nenhum comentário:

Postar um comentário