segunda-feira, 3 de agosto de 2020

O texto mais sincero desse blog!


Preparem-se para um belíssimo papo de bar, mas trago boas-novas!

Olá terráqueos, Major Thais aqui...

Primeiramente gostaria de dizer que não morri e estou bem. Se é que alguém está bem nessa pandemia né? acontece que esse blog parou desde abril desse ano, justo quando estava decidida a voltar com tudo depois de um longo hiato, com direito a Reacts no canal e tudo mais... Bom, eu não vou dar desculpas porque eu acho que não posso me desculpar pelos boletos que a vida me dá, isso sem contar o apocalipse zumbi bagunçando de vez minha saúde mental. Tirando o fato que já tenho o histórico de sumir de vez em quando, tudo o que eu disser será usado contra mim no tribunal internético. Então não, não pedirei desculpas. Mas... eu direi muito obrigada. Isso mesmo. Eu estou agradecendo você que está lendo isso, porque isso é sinal que você se lembra desse blog (principalmente no meio de uma FUCKING pandemia). O que é um feito e tanto, afinal, nunca estivemos entre os mais conhecidos na época de ouro dos blogs sobre cultura japonesa, que eu diria que foi entre 2013-2015 (minha opinião).

De qualquer forma, sua presença aqui significa que você ainda não abandonou esse barco, ou o melhor dizendo, essa nave, junto com mais da metade do nosso público que se foi, por vários motivos que não julgo, afinal, o ritmo diminuiu drasticamente. Coisa que eu não imaginava, por mais ingenua que sou e continuo sendo. Confesso que escrever sobre animes e mangás era o que mais amava na internet, contudo, aos poucos, meu plano de transformar essa paixão em uma possível profissão, se tornou um sonho tão real, mas tão real, que eu percebi que a realidade é mais impossível do que imaginamos. Viver do que a gente gosta é quase um milagre no país que a gente vive, ainda mais em se tratando em falar de animes. Há 7 anos atrás, quando comecei, eu não tinha nenhuma referencia de pessoas que viviam disso. Hoje é diferente, porém, essa busca por tentar amadurecer na zona de conforto me levou para outros caminhos, o que me tornou em uma pessoa diferente.

Ainda amo a cultura japonesa, mas parei de consumir animes, mangás. Principalmente porque tive que focar em ter um ''emprego de verdade'', e consumir o que gostava, principalmente séries japonesas, levam tempo (alguém já tentou assistir/ler One Piece por exemplo? então...). Assistir a um anime se tornou algo que me machuca, pois toda vez que assisto tenho vontade de escrever, dividir com alguém a experiencia, e isso leva tempo. E como dizem; ''tempo é dinheiro''. 

Mas O QUE É EU ESTOU FAZENDO??? JÁ ESTOU DANDO DESCULPAS ESFARRAPADAS, droga....bom, desculpa ai por estar dando desculpas. A sinceridade que ninguém se importa saiu sem querer. Deixa eu só terminar o raciocínio então, pra não ficar um texto mais estranho e sem sentido do que já está aparecendo. 

Então, eu comecei a focar no meu blog de música, que é outra paixão minha e também é mais rápido para consumir e escrever, ainda sim, ele também fica constantemente parado. Porém, é um projeto em aberto, também sinto ambições com ele, na medida do possível quero atualizá-lo. 

Já a Nave Bebop..... se quiser que ela volte a funcionar, eu preciso reformular algumas coisas. Eu estava conversando com meu velho amigo Yoozen (que pra quem não sabe é um dos redatores daqui que escreve sobre Tokusatsu e Pokémon), e eu acho que está na hora expandir essa amada Nave para novos horizontes, ou seja, não só comentar sobre cultura japonesa. 

Querendo ou não, está na hora de se reinventar, ou o que a gente quer fazer morre na praia. Se a realidade é dura, eu quero reimaginá-la. E EU QUERO SIM ME TORNAR UMA BLOGUEIRA OTAKA/NERDZISTÍCA, SEMPRE QUIS.  Coff, coff... Érrrhh, talvez não rica o que já é querer demais, porém, apenas com o suficiente que é tempo para apresentar coisas legais constantemente.

Basicamente, era isso o que eu queria dizer. A Nave Bebop vai também falar de outras coisas que não são animes e mangás, eu espero que vocês entendam a decisão. Estou fazendo isso porque eu não quero que esse blog morra. Pelo contrário, eu tenho o sonho de viver dele. Têm muitas obras como filmes, séries, quadrinhos americanos que conheço já algum tempo que gostaria de comentar, por isso vou ter mais conteúdo enquanto tento voltar a ler mangás e assistir animes. Quem sabe futuramente eu abra um Padrim pra alguma alma caridosa me dar umas esmolinhas de vez em quando para me incentivar, talvez poderia transformar o blog e canal em um freela, afinal, não há nada errado em unir o útil ao agradável né? Por enquanto, só especulações. 

Deixo aqui o meu abraço virtual e o meu muito obrigado a você, vamos juntos viajar para outros planetas não explorados!

See you in Space, Cowboys...

Cowboy Bebop | Anime

Nenhum comentário:

Postar um comentário