sexta-feira, 14 de julho de 2017

Cowboy Bebop - ''Stray Dog Strut'' #02 [Achados e Perdidos]

Um episódio só para o cachorro pulguento. Aparentemente.

''Achados e perdidos'' é o mais novo quadro do blog. Para conferir todos os posts lançados até agora, clica na nossa Central aqui.

O segundo episódio de Cowboy Bebop intitulado''Stray Dog Strut'' - que inclusive é um trocadilho com Stray Cat Strut, música dos Stray Cats -  tem uma pegada diferente do que foi apresentado no primeiro. Enquanto lá tínhamos um ar mais introdutório, melancólico e tenso, aqui temos uma aventura divertidíssima, que entrelaça cada ponto num clima leve e despojado. Na história temos então o cara procurado Abdul Hakim, conhecido como um ladrão em série de animais, que mais recentemente, roubou uma cobaia de um laboratório e tudo mais. Spike ao ver a notícia na Big Shot -um programa que fornece informações sobre os procurados da vez - vai então atrás da recompensa de 8 milhões com a ajudinha do cientista que teve sua cobaia roubada.  

Dois detalhes técnicos que chamam muito a atenção no episódio: ambientação e sonoplastia. Indo desde os lugares chineses em que ocorre a perseguição, até a outra metade onde os carros e a nave correm entre uma feira livre numa rua pequena, juntando com a belíssima trilha sonora que é um personagem aparte; essas junções foram as ferramentas chaves para a construção de universo e situação, que é difícil encontrar por aí. É um cuidado de composição que ainda vai dar muito o que falar pela frente, e nesse episódio 02 nada mais foi, do que uma pequena amostra do que está por vir. Não é só o cachorro que está sendo apresentado, ''Stray Dog Strut'' é bom porque também passeia por aquele universo terreno,  e mostra que sabe conduzir e emaranhar uma história simples, sabe também fazer ganhar consistência, seja através das músicas que elevam o clima e espírito do momento, como dos cenários que ajudam a cativar pelo detalhismo.

Não é um episódio urgente, mas sereno. O ladrão da vez não é tão ameaçador, mesmo que tenha feito um cara aleatório num bar chinês engolir uma barata. Spike não enfrenta grandes dificuldades com ele, e o Jet nem sequer aparece muito no episódio. A diversão fica por conta do cachorro vira-lata que sim, -spoiler do bem- entra para a tripulação de forma ainda não tão clara. Enfim, é um episódio super tranquilo apesar de haver perseguição, a vibe dele é bastante divertida e pra cima. A relação de Spike com o cachorro é o que dá um humor cômico, junto com os encontros e desencontros dos personagens em questão. Gosto do episódio, no entanto, reconheço que não é tão relevante. Deve ser encarado mais como apresentação mesmo, talvez não de personagens já que é apenas o cachorro o foco, mas também de linguagem. Como eu disse, os cenários e a trilha sonora também são personagens únicos na série. Talvez pra quem está vendo agora não perceba muito, mas espere só os próximos episódios. Isso ainda vai render bons debates.

Alguns screenshots de momentos do episódio:

Adoro essa dupla
Eca
Adorei esse penteado do Spike
Esse cara foi o que mais se fodeu

Nenhum comentário:

Postar um comentário