segunda-feira, 17 de julho de 2017

Darker than Black - Episódios 05 ao 10 [Achados e Perdidos]

Agora estou começando a entender mais o porquê desse anime ter tantos fãs.

''Achados e perdidos'' é o mais novo quadro do blog. Para conferir todos os posts lançados até agora, clica na nossa Central aqui.

Episódios 5 e 6 pra mim foram ''Okays''. Nada muito diferente dos episódios anteriores. Ainda sim, gostei, porém, não tenho muito o que dizer. Acredito que serviu mais para dar continuidade àquele universo, às organizações e tal, fora isso, não tem muita coisa nova. Talvez os poderes tenham me chamado mais atenção. Mas nada tão fora do normal. Enfim, não me empolgaram tanto.

Já o 7 ao 10, me surpreenderam bastante. Gostei de como os personagens secundários foram um pouco mais explorados, como o gato preto que fala,  a chefe de polícia da seção ''contratantes''. Tudo bem que no episódio 5 e 6 tivemos também a participação da November Eleven, April, July e Decade - que pra quem não se lembra é o MI6, o grupo enviado ao Japão para recuperar a Havoc - mas, não trazem um aprofundamento maior sobre eles. 

Do episódio sete ao oito, temos então, uma história bastante leve, comparado à todos os outros anteriores. Enquanto àqueles buscam bastante os tons mais escuros para compor uma perseguição à um personagem que está sendo ameaçado ou servindo de ameaça para um departamento de inteligência por exemplo, nesse temos apenas uma tentativa de ser noir falha, mas que não deixa de ser divertidamente proposital. E é por isso, que esses dois episódios são os meu favoritos até agora.

É bastante divertido como a situação se desenrola. Principalmente no episódio sete, onde tudo é levado mais na ''brincadeira''. No episódio oito, a série recupera seu tom mais escuro, e deixa um pouco de lado esse ar mais leve. Talvez a conclusão não tenha correspondido as expectativas que se formularam no desenrolar, no entanto, não é um problema. A frase final irônica do gato, até que valeu o desfecho. Achei bastante inteligente por esse lado.


Do 09 ao 10 temos então o pequeno arco da Kirihara Misaki, e já dianto que gostei mais do plot do que da execução, tem um momento que vira muito ''novela mexicana''. Até a trilha sonora dramática no confronto ápice entre ela e sua ex-amiga ajudou pra criar esse clima. Mas repito, não chega a ser um problema. É até de fato, envolvente. Gosto do significado por trás dessa ''rixa'', diz bastante sobre a personagem, das motivações dela por trás de sua profissão. Enfim, é um episódio pra conhecer um pouco mais a personagem. Consegui entrar na vibe.

Enfim, como puderam perceber, apesar de ter assistido um tanto considerável de episódios, eu não tenho muito o que dizer. Darker than Black tem sido um anime que eu não consigo colocar bem em palavras o que estou achando por episódios isolados, sinto que terei uma opinião formada apenas quando terminar de assistir. Por isso, não estranhem se eu finalizar a série nessa semana já ou depois dessa. Eu só sei que estou gostando muito, principalmente depois de assistir o episódio sete em diante. Estou bastante curiosa pra saber o que vai acontecer a seguir e não quero ficar teorizando, mas também não quero perder a vibe. Então, já peço desculpas adiantadas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário