sábado, 11 de janeiro de 2020

A Volta Maravilhosa de Masaaki Yuasa em Eizouken ni wa Te wo Dasu na! (Primeiras Impressões)

Related image

Sou suspeita pra falar, já que sou uma grande fã do Masaaki Yuasa desde Tatami Galaxy, mas esse anime já tá fazendo 2020 valer a pena.

É impossível não se sentir na pele da personagem Midori. Talvez não tanto pela vontade de produzir um anime, mas sim pela paixão que a impulsiona. Esse encanto pelos desenhos a leva a querer criar seu próprio universo, onde o imaginário se funde com a realidade. Como é o caso de uma cena linda em que ela e mais duas amigas estão dentro desse suposto anime criado pela Midori, como numa espécie de engenheiras ali daquele mundo. Impossível não lembrar de quando a gente se sentiu enfeitiçado por um anime pela primeira vez, e o quanto às vezes enxergávamos tais personagens no nosso cotidiano, etc.

Midori é apaixonada por animes, tanto que convida sua amiga Kanamori Sayaka para participar do clube de animes de sua escola, e nisso, aparece uma terceira personagem,  Mizusaki Tsubame, que na verdade é uma modelo, mas o sonho dela é produzir um anime também, mesmo contra a vontade de seus pais, que por sinal, colocaram seguranças para vigiá-la para não se envolver com qualquer atividade que tenha anime. Tudo isso é mostrado de uma forma divertida. Todas as três personagens são carismáticas e possuem personalidades distintas.  E no meio dessa aventura que aparentemente parece ser só um epilogo sobre amizade, tem uma questão importante levantada: o preconceito.


Assistir animes ainda é taxado como coisa pra criança, principalmente no Brasil, e realizar a vontade dos pais ao invés dos nossos sonhos ainda é algo bem atual, seja em qualquer país. Encontrar alguém com os mesmos gostos no meio dessa loucura que é suprir as expectativas dos outros, e ainda seguir no mesmo sonho juntas é uma aventura certeira. Tudo indica que o anime será sobre esses perrengues, e talvez não tanto como em Shirobako, onde era mais focado nos problemas de um estúdio profissional. Aqui acredito que o interessante vai ser a relação entre as personagens em busca do mesmo sonho, mas sem muita ''romantização'' como em Carole & Tuesday. Mas talvez seja cedo demais pra palpitar, já que o mangá pela qual o anime é baseado não é tão popular, ou seja, não tem como saber pra onde a história vai. No entanto, de uma coisa podemos ter certeza, se tem o Masaaki Yuasa na direção, independentemente da história, no mínimo teremos um anime interessante pra assistir, principalmente pra quem tá cansado das mesmices.

O mesmo pode-se dizer do estúdio encarregado que é Science SARU, que não costuma desapontar quando o assunto é trazer uma animação bonita. As dublagens também estão ótimas, combinou bastante com cada personagem. A trilha sonora está igualmente sensacional, desde as músicas escolhidas até nos mais pequenos detalhes quando a Midori por exemplo faz o sons do que ela está imaginando. Tecnicamente, foi uma estreia impecável.

Espero que esse fôlego se estenda até o final. Esse não é um anime pra todo mundo, e talvez se a história se tornar repetitiva ele deixe de ser interessante. No mais, resta continuar assistindo pra saber no que vai dar. Se depender do Yuasa, pode anotar que já teremos o melhor anime do ano.


--------------------------------------------------------------------------------------------
Curta a Nave Bebop no Facebook e siga também no Twitter para estar por dentro das próximas postagens do nosso time de pilotos espaciais. Se inscreva também no nosso Canal no You TubeObrigada pela visita, See you in Space, cowboys!

Nenhum comentário:

Postar um comentário