terça-feira, 23 de julho de 2013

Guia básico Cowboy Bebop

 Finalmente chegou a oportunidade de falar de um dos animês mais bem produzidos e bem feito na minha opinião!
 Nesta postagem irei dar um guia básico pra quem ainda não conhece esta série, falaremos sobre a trilha sonora, os traços dos personagens e cenários, a personalidade única de cada um e algumas curiosidades. E  também darei alguns comentários sobre certos episódios, mais é claro sem spoilers! Então vamos nessa!






Sinopse - A história corre no ano de 2071, e muitas mudanças ocorreram : a tecnologia evoluiu, a população da Terra migrou para outros planetas do Sistema Solar, vivendo em colônias. A população consideravelmente aumentou, e com isso os criminosos também, daí então a polícia espacial ISSP (Inter Solar System Police, em inglês) não dá conta de tantos bandidos,e por este motivo ocorre o auxilo cowboys : que são caçadores de recompensa espaciais. O animê de 26 episódios gira em torno das violentas aventuras dos personagens principais ; Spike , Jet, Valentine , Ed e Ein que acabam se reunindo devido á diversas situações adversas nas vidas de cada um.


Características dos Personagens


 Spike -  Este caçador de recompensas tem 27 anos e nasceu em  Marte. Spike é aquele típico cara distraído e relaxado, mais ele tem uma ótima prestidigitação. Nada para ele parece preocupá-lo, em vários momentos ele arrisca a sua vida ,e nem se importa em se ferir. Com o mesmo estilo de luta do Bruce Lee, ele nos proporciona vários momentos de ação e adrenalina. Com seu visual único, seu jeito excêntrico de ser , sua seriedade conquista o carisma do público que acompanhou a série. A filosofia de vida se baseia nos ideais imediatistas dos antigos samurai: considerar-se morto, e a ideia de que a morte é um acordar de um sonho. É ou não é simplesmente perfeito, hein gente?


 Jet - um ex-policial de 36 anos de Ganímedes (um dos satélites de Júpiter), age como um pai de Spike durante o animê. Ao contrário de Spike, ele trabalha duro e é um verdadeiro pau-para-toda-obra. Ao longo de toda a história ele se mostra um verdadeiro pai-coruja da série, com sua integridade ele tenta capturar suas recompensas com categoria. Tem uma personalidade forte mais ao mesmo tempo leve, e é um dos meus personagens favoritos.



Faye Valentine - tem aparentemente  23 anos, embora tenha nascido á 77 anos atras, foi preservado num congelamento criónico  por 54 anos. Ela é uma mercenária que só pensa em si mesma. Tornou-se caçadora de recompensa devido á uma conta com um hospital (que a manteve viva por todo esse tempo). Ela acordou de seu sono criónico numa amnésia total, num estranho mundo que ela não compreende.
  Ela tem a  personalidade egoísta, materialista e durona talvez fosse uma forma de escudo, por que ao longo da série ela demonstra seu lado emotivo e frágil, principalmente no último episódio. Também gosto do jeito dela, e ao longo da história demonstrou ser digna de ficar na nave Bebop.

Edwad ou ''Ed'' - é a maior hacker do planeta Terra e tem somente 13 anos. É normalmente confundida com um menino por andar sempre descalça e desarrumada. Ed saiu da Terra na primeira oportunidade que teve ; quando a nave Bebop chegou ao planeta. ''Ela'' tem um estilo estranho e muito engraçado, atitudes infantis, rimas bobas e tem uma facilidade com distração. E durante o animê mostrou-se  cada vez mais instintiva, chegou a morde um dos procurados durante uma cena.

Ein - é um cão de raça que chega a bordo da Bebop junto com Spike depois de ele falhar a captura de um procurado. Ein é extremamente inteligente , estando apto a atender o telefone, usar a internet, e fazer inúmeras coisas que um cão normal não faria.  Uma das cenas interessantes é justamente quando divide cenas com Ed, apos uma cena de perseguição agradece á uma vaca. Seu nome significa um, mas também é um diminutivo para o nome Einstein, obviamente uma homenagem a Albert Einstein .






Curiosidades e Influências 
A maior parte das influências de Cowboy Bebop são da cultura americana: do cinema, incluindo filmes mobster e de velho-oeste a liberdade do Jazz da década de 1940. Também tem influencias dos filmes Kung Fu de 1960 e 1970.

 Alguns dos personagens da série tem influências de  Lupin III, um clássico da animação japonesa. O estilo de roupa de Julia, e o ''carisma'' de Faye são claramente baseados na personagem Fujiko. A influência de Jet veio do perceiro de Lupin Jigen.  já Spike foi baseado no próprio Lupin.

 Watanabe parece gostar bastante da música brasileira. No filme e na série três simpáticos velhinhos com os nomes Antônio, Carlos e Jobim. Tom Jobim é um grande nome da Bossa Nova.

 A nave mono de Spike Swordfish, um bombardeio britânico da Segunda Guerra Mundial. Muitas das seções de Cowboy Bebop tem um quê de ar cinematográfico, baseado em outros filmes. 
 No episódio ''Cowboy Funk'' percebe-se uma referencia musical á trilha sonora dos filmes de velho oeste feita Ennio Morricone. Assobios durante a música e guitarras usadas para estilo musical são características únicas de suas composições.


Comentários 
É como eu disse no começo dessa postagem, na minha opinião é um dos animes mais bem produzidos e bem feitos. E o motivo é muito simplório. Com um enredo fascinante, uma trilha sonora estupenda, personagens bem elaborados , realmente tudo é muito bem feito. Parece que cada detalhe tem um grande significado, tudo se encaixa. O jazz e o blues combinaram perfeitamente com o que estava sendo apresentado nas cenas. O modo como as naves foi projetada, os detalhes desenhados tão perfeitamente, o moderno sistema de piloto automático e suas inúmeras outras funções deixaram um ar de realismo muito forte e impactante. As coisas do mundo moderno, tudo é transpassado com muita clareza, tudo está nitidamente mostrado de uma forma clara e precisa. A tecnologia está presente de uma forma gigantesca, portais hiperespaciais , Web do Sistema Solar, a tecnologia na área da medicina avançou muito, clonagem de órgãos e o congelamento criogênico tornaram-se perfeitamente eficientes para quem tem dinheiro, até a área de entretenimento avançou, e o vídeo cassete definitivamente é algo de um passado MUITO distante. Toda essa modernidade está incrivelmente bem detalhado. Não vejo nada fora do lugar, ou algo que não tenha combinado com a série.

  As várias sequencia de ação, de batalhas espaciais e até luta de mano-a-mano foram muito bem criadas com êxito. Os conceitos filosóficos, incluindo existencialismo, solidão e tédio fizeram parte constante do início ao fim e com toda certeza deu uma característica fortíssima na série. Os cenários e os personagens combinou com a ótima fluidez da trama.

 Quem assistiu do começo ao fim, sabe como é bom. E você que não assistiu, ta aí um ótimo entretenimento pra você, com cenas impactantes, personagens com características fortes, todo modernismo colocado de uma ótima forma, que qualquer um pode entender, por que está tudo feito de uma maneira clara, direta e concisa.

 Um dos episódios que mais me cativou foi o de número 20 ''Pierrot le fou'' que foi baseado no filme de Jean-Luc Goddard (1965) eu exatamente não sei explicar o por que, mais  talvez seja a luta no parque de diversões, o jeito do vilão se comportar,  o modo como o conflito fluiu bem e naturalmente, ou o conjunto de tudo isso, mais eu achei que ficou muito bem feito e precisamente bem elaborado e pensado até nos pequenos detalhes.





Vários nomes de episódios são referências á alguma música dos Rolling Stones e grandes outros grandes nomes do Rock. Eu diria que 99 % são de alguma coisa relacionada á música, o que eu acho sensacional pelo fato da combinação , pelos problemas ali retratados ter uma ligação com alguma melodia, imagine se fossem retratados no animê todas as canções de rock, eu diria que Cowboy Bebop teria uma longa duração, ou até mesmo seria eterno ,por que com tanta música boa  com muito  blues e Jazz muito bem escritos, clássicos feito com uma imaginação bem pensada, e se trouxessem mais isso para outros animês eu acredito que muitas outras animações que tem o mesmo estilo de Cowboy bebop estariam á um nível acima, de criatividade e cenas muito bem retratadas.



Nenhum comentário:

Postar um comentário